top of page

A MULHER NO FUTEBOL, CADA VEZ MAIS

ROZZEIRA e Heineken® trazendo um pouco de história para você entrar no clima da Final da UEFA Women's Champions League

21 de junho de 2003. No estádio Hjoring uma das maiores equipes da história do futebol de mulheres, o Umeå IK da Suécia vence a equipe da casa, o Fortuna Hjoring da Dinamarca e conquista a UEFA Women’s Cup da temporada 2003 diante de 2.119 pessoas.


Dez anos depois, em 2013, já sob a alcunha de UEFA Women’s Champions League, um time alemão superou a forte equipe francesa de Wendie Renard, Amandine Henry e Megan Rapinoe diante de um público de 19.278 pessoas no Stamford Bridge, estádio do Chelsea. Essa equipe é o Wolfsburg, que iniciou o projeto no início dos anos 2000 e tornou-se uma potência dentro do futebol alemão em pouco tempo, ganhando diversos títulos nacionais, conquistando a Europa duas vezes e sendo personagem constante em fases finais da UWCL. A equipe, que sempre foi a base da seleção alemã, hoje além de nomes como Merle Frohms, Lena Oberdof e Alexandra Popp, que fazem parte da “DFB-Frauenteam”, conta no elenco com nomes importantes de outras grandes seleções europeias, como Dominique Janssen da Holanda e Ewa Pajor da Polônia.


Neste espaço de dez anos entre as finais de 2013 e 2023, o futebol entre mulheres na Europa, que durante anos teve seus investimentos concentrados entre os países da Escandinávia e na Alemanha, cresceu e ganhou espaço em diversos países, gerando mais interesse do público, mais receitas e claro, servindo de inspiração para jovens gerações de mulheres que carregavam o sonho de jogar futebol. A prova do crescimento é a equipe do Lyon, que com um grande projeto dominou o continente ganhando oito títulos em doze anos. Mas ainda assim, apesar da hegemonia, ficava claro a cada temporada que manter-se no topo seria cada vez mais difícil. Diversas equipes tradicionais do futebol de homens finalmente voltaram seus olhares para as equipes femininas e começaram a investir não só na contratação de grandes nomes, mas também em projetos de formação de atletas.


Uma destas equipes foi o Barcelona, finalista desta edição, que por mais que tenha equipes de mulheres vinculadas a sua história desde os anos 70, começou a realmente investir na modalidade em 2007. Com mais investimento, o resultado foi praticamente instantâneo e a combinação de iniciativas de marketing com os resultados dentro de campo resultou em um dos principais projetos do mundo, com a equipe batendo diversos recordes de público e conquistando diversos títulos, entre eles a UEFA Women’s Champions League da temporada 20/21. Muitas das atletas presentes na final disputada em Gotemburgo duas temporadas atrás, como Alexia Putellas, Mapi Leon e Caroline Graham Hansen, estarão presentes na decisão deste final de semana. Para elas, superar uma equipe tradicional como o Wolfsburg significa entrar de vez no seleto grupo de potências do continente.


Dia 3 de junho de 2023. No estádio de Eindhoven, com todos os seus 35.119 lugares preenchidos, Wolfsburg e Barcelona, com suas histórias e culturas de jogo distintas, entrarão em campo não só em busca da glória de se tornarem mais uma vez campeãs continentais, mas também na busca de tornarem-se um símbolo do crescimento da modalidade na Europa.


O crescimento do futebol europeu, representado diretamente no alcance mundial da UEFA Women’s Champions League, tem total ligação com quem apoia a modalidade dentro e fora de campo. Um desses parceiros é a Heineken®, patrocinadora oficial das competições UEFA, que de forma autêntica vem aproximando os fãs ao futebol feminino, exaltando a importância da presença da mulher no futebol e dando espaço para que ela se sinta à vontade para torcer.


Prova disso é a ação inédita que será feita no Brasil, onde levará a transmissão da final para shoppings de São Paulo, Porto Alegre e Curitiba. Pela primeira vez, o jogo será transmitido em telas grandes de Out-Of-Home para garantir uma experiência especial da grande final da Liga das Campeãs da UEFA Feminina entre Barcelona e Wolfsburg, com transmissão pela DAZN, broadcast oficial global da competição. Durante a final, os shoppings Pátio Batel em Curitiba, Eldorado em São Paulo e Iguatemi em Porto Alegre, contarão com dinâmicas exclusivas durante o pré-jogo, intervalo e final, com apresentação da campanha oficial da Heineken® e quizzes especiais sobre mulheres empoderadas no futebol. As questões poderão ser respondidas por todas as pessoas que estiverem no shopping e pelos seguidores da marca nas redes sociais. Agora não tem desculpa, você já sabe o horário e tem três opções de locais para aproveitar esse jogaço. Fica então o convite da ROZZEIRA e da Heineken® para mostrarmos a força da torcida feminina.


Aprecie com moderação. Produto destinado a adultos.


Parceria Paga.





0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page